1. (via noirjolie)

     

  2. "…I can’t live
    With or without you…"
    — U2 - With or Without 
     

  3. "…Nobody said it was easy
    It’s such a shame for us to part
    Nobody said it was easy
    No one ever said it would be this hard
    Oh, take me back to the start…"
    — Coldplay - The Scientist
     

  4. "A espera é que é um problema."
    — Charles Bukowski. (via doistonsdeamor)

    (Fonte: vonese, via noirjolie)

     

  5. "Não espere mais. Acabe com isso, o quanto mais rápido, melhor…"
    — Meu sentimento.
     

  6. Não tangível

    Amar, gostar… isso é tão intangível mas é como se eu pudesse pegar. 
    Me vejo correndo sempre contra todos, esbarrando em todos, caindo as vezes, me machucando sempre que dá (mas não por uma vontade minha, aliás, quem escolhe se machucar e sofrer?).

    Queria poder te tocar… ah! Como eu queria… queria poder te encontrar e chorar, desabafar, rir, observar… descrever cada vez mais você pra mim. Mas vejo que isso não é possível… não agora. 

    Não vou conseguir esperar, é como se essa espera fosse uma armadilha para eu me machucar, para sofrer ainda mais. Mas juro, eu queria ficar, eu queria poder ficar, sentar e esperar… o tempo que você precisar, eu queria isso. 

    Falam de amor próprio, de respeito próprio mas… eu estou perdido, como posso me encontrar? Se quando te encontrei, me perdi, desapareci para mim mesmo. Estranho, não é?! 

    Falam que quando se ama, se gosta, você acaba ficando um pouco mais sensível… mas, eu estou sensível demais, estou desgastado demais, estou o caco, estou recolhendo os cacos que caíram… estou tentando. 

    Não sei se eu vou conseguir levantar tão facilmente agora, mas eu vou tentar, não custa nada, não é mesmo?! Eu vou tentar, vai ser difícil, mas eu quero tentar. Na verdade, eu preciso começar a tentar… preciso, eu preciso. 

    O que eu sinto? Um misto de aperto com uma certa expansão… é um inchaço interno, é uma tristeza que escorre nos olhos. Não existe beleza em amar, não é bonito, não é humano. 

    Eu corri para pegar a sua mão, segurei ela por um tempo mas… não foi o suficiente, você escapou. Mas a verdade nua e crua é que, será que algum dia eu te segurei mesmo? Será que algum dia você sentiu isso? Isso está me matando, não sei onde dói, só sei que está aqui e está me detonando, acabando comigo. 
    Só queria poder dizer o que eu sinto e ser retribuído, não que eu faça algo em troca, mas… é bom quando as pessoas tem algo para dar, mesmo quando você não quer (porém, espera). 

    Desejo sorte na sua vida, na sua nova (ou mesma) etapa. Desejo que encontre uma pessoa com os mesmos ideais, com as mesmas intenções, com o mesmo ritmo… já que, como você disse: 
    "Estamos na mesma vibe, só que em ritmos diferentes…" 

    Espero, de coração que encontre alguém no mesmo ritmo, na mesma vibe, na mesma coragem.

    Falam que quando você ama verdadeiramente, você é capaz de deixar para ver a felicidade. 
    Só que por favor, não me condene por amar… isso não é justo comigo. 

    Você concorda comigo?

     

  7. Talvez.

    Eu não me permito fracassar, não me permito errar… 
    Sou culpado por amar demais, isso é um defeito? 
    Eu me entrego, de corpo e alma… eu sinto a necessidade de amar demais, enlouquecer demais, querer demais, suportar demais… e quando eu caio? Eu me machuco demais. 

    Estou sem vontade de seguir, estou sem vontade de levantar da cama e fazer as coisas que o meu dia a dia pede, eu não quero. 
    Eu não quero ouvir, eu não quero falar, eu não quero ver, eu não quero… eu só quero chorar, ficar na minha, quero me perder em pensamentos, quero fracassar. 

    Estou destruído por dentro, estou o bagaço, destruído de todas as formas possíveis… mentalmente e sentimentalmente cansado. 

    Este fardo é muito pesado para mim, é muito para o tanto que eu ainda tenho que caminhar, tudo é muito pra mim.